José Robert

Frequentou diversos Cursos e Seminários de Direcção Coral e Orquestral no país e no estrangeiro. Foi co-fundador do Coro da Fundação Calouste Gulbenkian.

Em 1974, torna-se Maestro Adjunto de Fernando Lopes-Graça e começa a dirigir o Coro da Academia de Amadores de Música, presentemente designado Coro Lopes-Graça da Academia de Amadores de Música. Em 1988 assume a sua direção como Maestro titular, cargo que desempenha até hoje.

Desde 1979, e com regularidade, dedica parte da sua atividade à formação técnica e artística de diretores corais. Diplomado com o Curso Superior de Formação de Professores de Educação pela Arte, do Conservatório Nacional de Lisboa. Foi Diretor Artístico e Maestro do Choral Phydellius de Torres Novas entre 1971 e 2008, assim como Diretor Artístico e Maestro do Coro da Universidade de Lisboa, desde 1981 até à sua aposentação em 2010. Na mesma Universidade fundou, em 1997, e dirigiu o Coro de Câmara até à mesma data.